sábado, 14 de fevereiro de 2009

Soneto da secretina

Ofício escolhido por prazer
de pernas que se cruzam no estilo
do tato no contato ao entrever
os olhos que eriçam o mamilo

Prazer do cumprimento com presteza
aberta às conjecturas do trabalho
servindo de deguste sobre a mesa
fiel e dedicada ao seu Carvalho.

Que riam as hienas do contrato
fechado e assinado noite adentro
selado em boa língua e fino trato

Aspones e hienas ao trabalho!
enquanto na fartura eu me contento
servindo e degustando o seu Carvalho!

Monica San

4 comentários:

...^^... TaTi - Um Pedacim ...^^... disse...

Muito bom o Balanço.

Ingrid Regina disse...

o "Balanço" é mesmo bom.
uhuhuiahuiahuiahuiahs

Dale Seu Carvalho,
adoro esse, e o Aspone Punheteiro.

...^^... TaTi - Um Pedacim ...^^... disse...

^^Isso foi ótimo Ingrid^^

aushaush

Peter Zoster disse...

um sarcasmo poético presunçoso...parabéns! gostei