sábado, 31 de janeiro de 2009

Um silêncio para dois.

Discutir, amor
Só, sobre a sombra
Só se perto as faces
Deixa aos olhos a voz
Entre palavras cegas
Entre sorrisos mudos
Prefiro a pausa
Tão belas pausas
Quando o nós se entende
E a boca da noite cala
Nesse, nosso, silêncio
Que tanto fala

Tâmara Rabelo

3 comentários:

O Barraco disse...

ah as pausas.
elas falam por elas mesmas né.
Amém.

Linda.

Alexandre Spinelli disse...

É isso... um silêncio... 'deixa aos olhos a voz'... pra que palavras?
Gostei muito...
Beijo!

Iriene Borges disse...

Belo