sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Suor e cama

Meus tragos
Jogam no ar
Pensamentos
E fumaça

Espalhando pela casa
Vazia e pequena
De subúrbio
Vazio e pequeno

Uma nuvem densa
E minha porção de carne humana
Já está de coxas molhadas
Sem imaginar
Que não sou de ligar
No dia seguinte

Sou só
Suor e cama
E Cultivo meus vícios
Entre sal e lençóis

Daniel...

2 comentários:

O Barraco disse...

rsrs.

Mto boa.
gosto bastante dessa.

Alexandre Spinelli disse...

Bom, bem bom... impossível conter o sorriso... eita vício bom esse, hein... rs
Abraço!