sábado, 11 de abril de 2009

Voltando a esta estúpida mania
de querer poetar sem medida,
lacrei meus sentimentos estourando
em mim várias feridas
que já haviam sido cicatrizadas
com a ausência da poesia.

Mari'schurr

4 comentários:

"A Moça que Sonha: A Louca." disse...

Gostei, faz tempo que não leio nda...que agrade meus olhos..

Vanessa Dantas disse...

Gostei =D

Obrigada pela visita a Bailarina *-*

Adorei seu espaço.
Serei visitante desse Barraco.

Lisa Alves disse...

é a poesia grita e fere quando não libertamos sua força na escrita.

Anônimo disse...

obrigada pelos comentários. Estou muito orgulhosa.. obrigada que Deus abençõe vcs.